Segunda fase da campanha de vacinação teve início nesta segunda-feira (22/4)


A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa nesta segunda-feira (22/4), em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e mulheres no pós-parto (até 45 dias). Agora, o Ministério da Saúde abriu a imunização ao restante do público-alvo.

Com isso, podem também receber a vacina trabalhadores da Súde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, todos os estados estão abastecidos com o fosfato de oseltamivir, indicado para o tratamento contra o H1N1. O tratamento deve ser realizado, preferencialmente, nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas.

Forças de segurança

Profissionais das forças de segurança e salvamento de todo o país passam a fazer parte, este ano, do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. De acordo com o Ministério da Saúde, o grupo inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas, totalizando cerca de 900 mil pessoas.

A doença

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes. Este ano, até 13 de abril, foram registrados 369 casos de influenza em todo o país, com 67 óbitos. Até o momento, o subtipo predominante no Brasil é o H1N1, que responde por 192 casos e 47 mortes.

Fonte: Agência Minas

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.