Entre em contato conosco


Lagoa Formosa

Quadrilha de roubo de gado é presa em flagrante pela PM após roubar cerca de 40 nelores

Published

on

A Polícia Militar prendeu em flagrante 4 homens acusados de participarem de uma quadrilha de roubo a gado em Minas Gerais. A prisão aconteceu na madrugada desta sexta-feira (21) em Lagoa Formosa após uma denúncia de que havia animais machucados em uma estrada na zona rural. Um deles é suspeito de ser o maior ladrão de gado do estado.

De acordo com informações da Polícia Militar, os policiais de Lagoa Formosa receberam uma ligação dando conta de que havia dois animais bovinos soltos na estrada que dá acesso à localidade de Limeira e esses animais estavam machucados. A pessoa informou ainda que havia passado por dois caminhões, na mesma estrada, que estavam carregados com gado e que possivelmente esses dois animais que estavam machucados haviam caído dos caminhões.

A Polícia Militar desconfiou da situação e iniciou os rastreamentos. Pouco depois, conseguiu abordar os dois caminhões carregados com gado, sendo que os condutores e passageiros foram incoerentes em suas alegações, apesar de possuírem as guias de trânsito dos animais.


Os levantamentos continuaram sendo verificado que o gado havia sido roubado em uma fazenda próxima ao município de Lagoa Formosa. Os criminosos haviam rendido os proprietários da fazenda, trancando o casal no banheiro e posteriormente encarretaram o gado. Os assaltantes roubaram ainda certa quantia em dinheiro e o veículo do proprietário da fazenda.

Os policiais constataram que a Carteira Nacional de habilitação apresentada pelo condutor de um dos caminhões é falsa, bem como guia de trânsito apresentada para transporte dos animais. Quatro homens foram presos e foram encaminhados para a delegacia de Patos de Minas para serem ouvidos pela autoridade policial.

Os dois caminhões carregados com aproximadamente 40 cabeças de gado nelore foram apreendidos. Outros dois criminosos evadiram no Fiat/Siena roubado na fazenda. Um dos presos é Walfrido da Costa Nogueia Júnior, 38 anos, conhecido como Barriga, que era considerado foragido da justiça. Ele é cidade de Uberlândia. O acusado é apontado como um dos chefes do roubo de gado em Minas Gerais. No momento da abordagem, ele tentou passar uma identidade falsa, mas acabou desmentido pelos policiais. Contra ele, há dois mandados de prisão.

Os outros três presos são Alan Cardoso Rodrigues, 33 anos, Célio de Oliveira Dias, 29 anos, e Davi Otaviano Rocha, 31 anos. De acordo com o Sargento Faria, estes são da cidade de João Pinheiro. Os infratores relataram que o gado seria vendido em um leilão de Uberlândia.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.