Carpec

Policia indicia suspeito por cometer estupro de vulnerável, importunação sexual e ato obsceno contra crianças em Carmo do Paranaíba

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Carmo do Paranaíba, procedeu ao formal indiciamento de um indivíduo de 57 anos e, posteriormente, procedeu à remessa dos autos do Inquérito Policial referente a diversos crimes contra a dignidade sexual.

Praticados contra vulneráveis, fatos ocorridos neste município desde o ano de 2013, prolongaram-se até o corrente ano.

Aportaram informações na Delegacia de Polícia Civil em Carmo do Paranaíba, no mês de junho deste ano, as quais narravam que o investigado teria feito diversas vítimas durante sua empreitada criminosa ao longo dos anos nesta cidade, sendo que ao escolher quem seriam seus alvos, sequer diferenciava meninos de meninas, mostrando sua preferência em vitimar crianças.

De posse das informações, a equipe de policiais civis desta Delegacia de Polícia iniciou diversas diligências investigativas, tendo logrado êxito e consequentemente restou apurada a prática de estupro de vulnerável cometido com contra duas vítimas, crianças que tinha 6 e 9 anos de idade à época dos fatos.

Ainda foram identificadas mais duas crianças de 9 e 13 anos idade, as quais foram vítimas de atos obscenos por parte do investigado.

Ocorre que, ainda conforme provas acostadas no Inquérito Policial em comento, restou apurado também durante a colheita de duas testemunhas, ambas maiores de idade, que as mesmas também teriam sido vítimas de importunação sexual por parte do investigado.

Conforme delineou a investigação, o modus operandi do investigado era basicamente o mesmo: o indivíduo ficava na porta de sua residência e, assim que via crianças, gesticulava e os chamava para sua casa, e somente após conseguir seu intento, é que as deixava sair.

O investigado foi indiciado então pela prática de crime de estupro de vulnerável por duas vezes, crime de importunação sexual por duas vezes, bem como a prática de ato obsceno também por duas vezes, todos em concurso material de crimes, sendo que se somadas as penas de referidos delitos, estas poderão ultrapassar 40 anos.

O Inquérito Policial foi concluído e encaminhado ao Poder Judiciário neste mês de setembro do corrente ano.

O delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Carmo do Paranaíba alerta para que os responsáveis legais dêem credibilidade às falas das crianças e fiquem atentos à maneira que se comportam, pois elas costumam apresentar mudanças repentinas que não costumam ser seus comportamentos usuais quando passam por esse tipo de evento traumático e diante de qualquer suspeita procurar as Autoridades Policiais, para que sejam tomadas as medidas pertinentes ao caso concreto.

A Polícia Civil ressalta ainda a importância da população no combate ao crime, e pede aos cidadãos que denunciem através dos telefones 181 ou (34) 3851-2070 e através do WhatsApp da Delegacia (34) 3851-2070, sendo que o sigilo é garantido.

Fonte: Policia Civil de Carmo do Paranaíba

SF

Redação Paranaíba Agora

A empresa Paranaíba Agora surgiu há cinco anos para levar a informação séria, responsável para a sociedade rio paranaibana. Aos poucos, foi ganhando espaço e passou a ser o principal veículo de comunicação online em Rio Paranaíba. Além do portal de notícias que já atingiu mais de 5 milhões de acessos, a empresa ainda realiza outros serviços de marketing para empresas. Nossa linha editoral é de sempre trabalhar com a verdade dos fatos, pautando pela seriedade e respeito com ambas as partes da história.

Leia Também

Previsão do tempo

Cotação do Café

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist