Os 10 momentos mais marcantes de Ronaldo Gaúcho pelo Atlético Mineiro

Assis, irmão e empresário do craque, anunciou aposentadoria oficial de Ronaldinho Gaúcho. O Paranaíba Agora relembra, junto com o Superesportes, os principais episódios que envolveram a passagem do ‘Bruxo’ pelo Atlético.

1 – CHEGADA

04/06/2012 – A segunda-feira amanheceu com um ‘clima’ diferente. A ‘recém-descoberta’ negociação entre Atlético e Ronaldinho Gaúcho agitava os bastidores do futebol mundial. Com a confiança de Alexandre Kalil e Cuca, R10 voltaria a jogar após passagem frustrante e polêmica pelo Flamengo.

 “Quando a gente recebe muitas críticas, a gente acaba tendo uma vontade de dar a volta por cima. Vim para o Atlético com essa vontade”

Ronaldinho Gaúcho, em 2012

2 – QUASE SAÍDA

12/08/2012 – Às vésperas da partida contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, Ronaldinho Gaúcho quase deixou o Atlético. Apenas dois meses antes, o craque havia assinado com o clube um contrato de ‘risco’, que previa demissão em caso de mau comportamento (atrasos em treinos e faltas, por exemplo). A ‘justa causa’ só não se concretizou por conta de um pedido de Leonardo Silva a Alexandre Kalil. Convencido, o presidente manteve R10 no elenco. O resultado veio horas depois: o craque fez bela jogada e passou para Jô marcar o gol da vitória por 1 a 0 contra o Vasco.

3 – COMEMORAÇÃO HISTÓRICA

19/08/2012 – Poucos gestos foram tão repetidos em 2013 quanto a comemoração mostrada na fotografia acima. Entretanto, a celebração emblemática – e que embalou o Atlético na conquista da Copa Libertadores – começou no ano anterior. O primeiro registro do encontro aéreo de Jô e Ronaldinho Gaúcho data de agosto de 2012, quando o Atlético derrotou o Botafogo por 3 a 2, pela penúltima rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

 “Somos colegas de quarto, a gente conversa, pensa em comemorações. Eu gosto de mudar, o gol é muito importante e merece ter comemorações diferentes, alegres”

Jô, ex-atacante do Atlético, em 2012
4 – ATUAÇÃO MAGISTRAL
26/08/2012 – A vida de Ronaldinho Gaúcho no Atlético começou a mudar no empate por 2 a 2 com o Cruzeiro, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão. Os 17.901 torcedores presentes no Independência assistiram a uma pintura do craque. A obra, digna dos mais renomados artistas, ficou marcada na trajetória vitoriosa de R10 no clube alvinegro. No lance, Ronaldinho arranca de trás do meio de campo, aplica três dribles e finaliza no canto, com classe.
5 – HOMENAGEM E EMOÇÃO
23/09/2012 – O empate por 0 a 0 contra o Grêmio ficou em segundo plano para Ronaldinho. O craque chorou em campo ao perceber uma homenagem prestada pelos torcedores do Atlético. Um banner pendurado nas arquibancadas do Independência mostra o jogador ao lado da mãe, Dona Miguelina, que lutava contra um câncer – curado no ano seguinte.

“Quando minha mãe adoeceu, falei que não teria mais porque continuar. Achei que era a hora de parar e cuidar da minha mãe. Todo mundo me deu força. Agora, eu vou até o fim com o Galo”

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador do Atlético, à TV Globo
6 – DRIBE EM CENI
13/02/2013 – Um dos dribles mais marcantes de Ronaldinho Gaúcho pelo Atlético, curiosamente, não teve participação da bola. Em partida pela primeira fase da Libertadores, o craque aproveitou que o jogo estava parado e pediu água para Rogério Ceni. O então goleiro do São Paulo atendeu prontamente o desejo do ex-companheiro de Seleção Brasileira. Segundos depois, Ronaldinho aproveitou desatenção da zaga adversária e, livre, recebeu passe vindo de um lateral cobrado pela direita. O lance seguiu e resultou em gol de Jô. O São Paulo foi uma das vítimas favoritas do ‘Bruxo’. No jogo de volta das oitavas de final, no Independência, o Atlético goleou e passou de fase. Depois da partida, Ronaldinho soltou a célebre frase: ‘Quando tá valendo, tá valendo’.

Foi sorte. Fui limpar a boca. O juiz deu prosseguimento à jogada. Quando eu vi, a bola estava comigo. Não foi nada ensaiado

Continua depois da publicidade

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador do Atlético, sobre lance contra o São Paulo de Rogério Ceni
7 – GOLAÇO NA LIBERTADORES
03/04/2013 – Ainda na primeira fase daquela Libertadores, Ronaldinho Gaúcho fez um dos gols mais bonitos da carreira. A vitória por 5 a 2 sobre o Arsenal-ARG, no Independência, ficou marcada pela ‘pintura’ do ‘Bruxo’. R10 chegou à área pelo lado esquerdo e finalizou no alto, de cavadinha – e de ‘rosca’ ao mesmo tempo. Bola indefensável para o goleiro Cristian Campestrini. Clique aqui para ver o lance.
8 – LIBERTADOR ALVINEGRO
27/07/2013 – Ronaldinho Gaúcho concretizou a trajetória heroica e inscreveu verdadeiramente o próprio nome na história do Clube Atlético Mineiro ao conquistar a Copa Libertadores da América. Durante aquela competição, o craque fez gols, distribuiu assistências e ‘parou’ aeroportos pelo continente. A vitória nos pênaltis sobre o Olímpia-PAR, entretanto, poderia ter contornos ainda mais dramáticos para o torcedor alvinegro se o craque precisasse bater a quinta cobrança.

“Nós fomos para a disputa por pênaltis e todo mundo naquela tensão, jogo empatado e Mineirão lotado. Estavam escolhendo os batedores. E aí, encosta o Ronaldinho em mim e diz assim: ‘Brow, eu vou cavar (risos)’. Disse que ia cobrar de cavadinha”

Pierre, ex-companheiro de Ronaldinho no Atlético, à ESPN
9 – MUNDIAL FRUSTANTE
18/12/2013 – O sonho do título mundial não foi concretizado em 2013. Ronaldinho até marcou um belo gol de falta contra o Raja Casablanca, pela semifinal, mas não conseguiu evitar a eliminação precoce do Atlético.
10 – ADEUS COM TÍTULO
24/07/2014 – Ronaldinho Gaúcho encerrou a passagem pelo Atlético em grande estilo. O camisa 10, que eternizou o número 49 no clube alvinegro, já não conseguia repetir as atuações que o elevaram ao status de ídolo. Mesmo assim, foi ovacionado na última partida. Ajudou o time a derrotar o Lanús-ARG e a conquistar a Recopa Sul-Americana. Dias depois, concedeu uma entrevista coletiva de despedida na Cidade do Galo.
Em 88 jogos pelo Atlético, Ronaldinho Gaúcho anotou 28 gols. Foram dois anos com a camisa alvinegra e três títulos conquistados: Campeonato Mineiro (2013), Copa Libertadores (2013) e Recopa Sul-Americana (2014).

 “Essa parceria deu muito certo!! Galo vai estar sempre no meu coração!!”

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador do Atlético, no Twitter
11 – PRÓXIMO ‘CAPÍTULO’

 

 

??/??/2018 – O próximo capítulo da história de Ronaldinho Gaúcho deve ser realizado ainda em 2018. O estafe do craque negocia com o Atlético um jogo festivo de despedida.

Fonte: Superesportes