Entre em contato conosco


Destaque

Operação “Pecus” da Polícia Civil apresenta mais dois envolvidos com quadrilha de roubo de gado

Published

on

A Polícia Civil de Patos de Minas apresentou mais dois acusados de envolvimento com a quadrilha que se especializou em roubar gados e vinha causando terror entre os pecuaristas da região. São dois autores que teriam praticado um roubo de gado no município de Varjão de Minas, o que deu início às investigações da Polícia Civil em torno da quadrilha.

A “Operação Pecus” foi desencadeada pela Polícia Civil na última quinta-feira (08). Quatro homens foram presos e mais de 190 cabeças de gado que eram levadas em três caminhões para o Norte de Minas foram apreendidos. Segundo o delegado Érico Rodovalho, a quadrilha atuou em pelo menos oito municípios da região e foi o responsável pela tentativa de roubo de uma carreta carregada de gado que tombou na BR 365.


O grupo era dividido por tarefas. Fillipy Ferreira Pelozzi, de 27 anos, segundo o delegado Érico Rodovalho, era quem organizava os assaltos. Ronildo Alves da Silva, de 49 anos, possui caminhões boiadeiros e transportava o gado. Elvis Machado de Castro, de 32 anos, visita os lugares e falsificava os documentos e José Lourenço de Lima, de 50 anos, vendia o gado roubado.

Os dois homens apresentados nesta manhã, segundo a Polícia Civil, foram os autores de pelo menos um dos roubos cometidos pela quadrilha. Edmar Lopes Vidal, de 29 anos e Cleber Vinicius Silva Rodrigues, de 28 anos, foram os autores do roubo de 49 animais em uma fazenda no município de Varjão de Minas. O crime aconteceu no mês de agosto.

De acordo com o delegado Érico Rodovalho, as investigações mostraram que os animais roubados por Edmar e Vinicius foram repassados à quadrilha. Foi a partir desta investigação iniciada no mês de agosto que a polícia chegou até os envolvidos. Eles também serão encaminhados para o Presídio Sebastião Satiro onde deverão aguardar julgamento.

Fonte: Gilberto Martins

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *