Entre em contato conosco


Esporte

Gilvan garante pagamento de Ábila e diz que presidente do Huracán prorrogou prazo

Published

on

Foto: Alexandre Loureiro/Light Press/Cruzeiro

O Cruzeiro irá quitar o restante do valor devido ao Huracán, da Argentina, pela contratação do atacante Ramón Ábila, ocorrida em junho do ano passado. Foi o que garantiu o presidente Gilvan de Pinho Tavares, após a missa de ação de graças em comemoração ao aniversário de 96 anos do clube, nessa segunda-feira.

Gilvan ressaltou ainda que o presidente do clube argentino, Alejandro Nadur, aceitou prorrogar o prazo para o pagamento da última parcela de US$ 1,5 milhão referente à compra dos 50% dos direitos econômicos do jogador, que se encerrou no dia 5 de dezembro.

“Já conversamos com o presidente do outro clube. Ele já aceitou a prorrogação de alguns dias do prazo”, disse. “Já conseguimos assinaturas de contratos e receita para esse princípio de janeiro para cobrir todas as nossas despesas de início de ano, inclusive essa”, acrescentou.


No dia 30 de dezembro, o Huracán divulgou uma nota cobrando publicamente o Cruzeiro para o pagamento da última parcela. No texto, o clube argentino afirmou que a Raposa poderia ficar obrigada a ‘pagar a totalidade dos direitos de Ábila, assumindo os gastos por essa opção e interesses que correspondam’. Por fim, o time ameaçou levar o caso à FIFA caso a dívida siga em aberto.

O dirigente celeste reclamou da imprensa pela ampla divulgação da cobrança pública do Huracán. “Não sei por que a imprensa deu tanto destaque ao fato de a gente ter atrasado alguns dias no pagamento. Os clubes estão todos atrasados, até com salários, e não falam de nenhum deles. Se você atrasa uns dias para pagar um valor num mês desses de dezembro, que a gente tem menos receita, aí começa a levantar questão, como se a imprensa fosse cobradora de outro time”, criticou, mas sem citar quais seriam esses clubes.

Em junho, o Cruzeiro adquiriu o jogador por US$ 3,7 milhões, além de assumir os encargos pela transferência, elevando o valor total para US$ 4,2 milhões. Até o momento, o clube celeste pagou cerca de US$ 2,7 milhões.

Em pouco mais de seis meses, Ábila marcou 12 gols – sete pelo Brasileirão e cinco pela Copa do Brasil. Com um estilo aguerrido, conquistou rapidamente a confiança da torcida cruzeirense. Porém, na reta final da temporada, o argentino caiu de produção e perdeu espaço no time.

Fonte: Itatiaia

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *