Ex-prefeito de Carmo do Paranaíba e outras 3 pessoas são presas por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro


O ex-prefeito de Carmo do Paranaíba Marcos Aurélio Costa Lagares (Marcão), 46 anos, e outras 3 pessoas foram presas no início da tarde desta quinta-feira (05/09). Todos são acusados de cometerem crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Os mandados foram cumpridos pela Polícia Militar, sendo que os presos foram levados inicialmente para a sede da 90ª Cia da PM, sendo em seguida entregues ao delegado de plantão na delegacia de Polícia Civil. Eles foram encaminhados para a Penitenciária da cidade. Ao todo eram 5 mandados foram recebidos pela Polícia Militar, mas destes apenas um não foi cumprido, em virtude do condenado não ter sido encontrado pela polícia.

De acordo com informações do Capitão Diomásio, comandante da Polícia Militar de Carmo do Paranaíba, os mandados expedidos pela Comarca da cidade foram entregues no início da manhã desta quinta (5). Logo após teve início a operação que resultou na prisão do ex-prefeito “Marcão”, o ex-contador do município, Gilberto Vieira Braga, 54 anos, o ex-contador da Câmara Municipal, Vivaldo Moreira de Deus, 55 anos e João Batista Fernandes, 61 anos, que é diretor geral da Câmara Municipal. O outro mandado de prisão é para o ex-vereador João Dias Filho, 69 anos, mas ele não foi localizado pelos militares.

Ainda de acordo com o Capitão Diomásio, os cinco foram condenados em 2ª instância pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro, sendo que eles devem iniciar o cumprimento da pena que é de 8 anos (para cada um) em regime fechado. Diomásio ressalta que todos os presos estiveram ou estão envolvidos com as administrações públicas da cidade. A maioria dos crimes cometidos pelos condenados ocorreu há aproximadamente 8 anos atrás. No ano de 2016 quando então prefeito de Carmo do Paranaíba, Marcos Aurélio Costa Lagares, já havia sido condenado a dez anos e quatro meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa, corrupção passiva e falsidade ideológica, mas não chegou a ser preso.

O ex-prefeito “Marcão” e os outros presos foram entregues na delegacia de Polícia Civil em Carmo do Paranaíba. Em seguida eles foram encaminhados para a Penitenciária Nossa Senhora do Carmo, para darem início aos cumprimentos das penas.

Fonte: Tô na Mídia CP

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.