Entre em contato conosco


Esporte

Do sufoco à goleada: Fred faz quatro gols e comanda vitória do Galo sobre o Sport Boys

Published

on

O torcedor do Atlético viveu várias sensações no Independência. A euforia, o susto, a apreensão, o alívio e a alegria. Foi de goleada, mas não foi fácil vencer o Sport Boys. O Atlético arrancou os três pontos nesta quinta-feira, pela segunda rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores, ao fazer 5 a 2 nos bolivianos. O gol relâmpago de Robinho animou os atleticanos. Só que a equipe não aproveitou o momento. Errou muito. O Sport Boys não perdoou os vacilos da defesa alvinegra e trouxe uma carga dramática ao confronto, virando para 2 a 1. Foi sofrido até Fred dar seu show. Em 20 minutos, o artilheiro marcou quatro vezes para assegurar a vitória.

O ritmo de jogos importantes não para. No domingo, às 11h, o Atlético encara a URT pela partida de ida das semifinais do Campeonato Mineiro. Apesar de a equipe de Patos de Minas ser a mandante, o duelo será no Mineirão. A capacidade do Zama Maciel, casa da URT, e a falta de laudos no Bernardo Rubinger de Queiroz, outro estádio de Patos, fizeram a diretoria do clube do interior indicar o Mineirão para o primeiro confronto com o Galo.

O Alvinegro chega às semifinais do Estadual embalado pelo triunfo desta quinta-feira. Escalado com Luan na vaga de Cazares, o Atlético esperava ganhar em intensidade, jogadas pelos lados, principalmente o direito. Porém, o atacante, reclamou dores na coxa direita, ficou em campo apenas 28 minutos, quando foi substituído por Cazares.

Confira os gols do Galo, na narração de Mário Henrique Caixa da Rádio Itatiaia.

Gol relâmpago e bobeada

Com ou sem Luan, o roteiro do primeiro tempo teve domínio do Atlético e chegadas perigosas do Sport Boys nos contra-ataques. O Galo ameaçou um começo arrasador. Aos quatro minutos, depois do cruzamento de Marcos Rocha, o goleiro Carlos Arias se esticou para evitar o gol, mas o desvio teve a cabeça de Robinho como destino. E a cabeçada, o gol: 1 a 0.


Depois, faltou brilho à equipe. O Atlético teve maior posse de bola, mas pouco aproveitou. Errou passes, teve jogadores distantes uns dos outros. Na defesa, o time mostrou insegurança em alguns lances. Aos 10 minutos, Capdevila cruzou, Tenorio ganhou de Gabriel e mandou para as redes: 1 a 1. Já aos 35, Capdevilla avançou pela direita e cruzou rasteiro para Ferreira. De frente para o gol, ele chutou e Gabriel bloqueou.

Quando conseguiu melhor aproximação dos meias e atacantes, o Galo levou perigo. Aos 43 minutos, Elias lançou Robinho na área. O atacante tentou o voleio, mas furou.

Quatro vezes Fred

O Atlético teve tudo para retomar a vantagem no placar no primeiro ataque da etapa final. Da entrada da área, Otero cobrou falta e Carlos Arias espalmou. A bola sobrou para Fred de frente para o gol. Sozinho, o artilheiro isolou.

As falhas no ataque e na defesa custaram caro ao Galo. Aos nove minutos, em outra bola erguida na área, o Sport Boys virou o marcador. Desta vez, foi Messidoro que levou a melhor sobre Gabriel: 2 a 1.

A torcida sofreu até o time mostrar alma, inspiração e um pouco de sorte. Os atleticanos precisaram esperar até os 26 minutos para ver o empate. Após o escanteio, Rafael Moura rolou para Rafael Carioca bater de fora da área. Fred desviou e fez 2 a 2.

Enfim, o jogo do Galo incendiou. Mais três minutos e veio o gol da vitória. Elias mostrou sua capacidade ofensiva, invadiu a área e tocou para Fred carimbar o 3 a 2 no placar. Os minutos finais foram de drama, com mais bolas na área do Atlético. Porém, Fred, de novo, acabou com as esperanças bolivianas, ao fazer 4 a 2, já aos 43 minutos. E fechar o placar aos 47 minutos, com belo chute da entrada da área.

ATLÉTICO 5 X 2 SPORT BOYS

Atlético
Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Luan (Cazares) e Otero (Rafael Moura); Robinho (Danilo) e Fred. Técnico: Roger Machado

Sport Boys
Carlos Arias; Juan Carlos Zampiery, Cristian Coimbra, Grenndy Perozo, Rosauro Rivero, José Luis Sánchez Capdevila; Jherson Córdoba (Jose Castillo), Danny Bejarano, Leandro Ferreira, Alexis Messidoro (Edivaldo Rojas); Carlos Tenorio (Juan Vogliotti). Técnico: Xabier Askargorta

Gols: Robinho, 4min 1ºT; Tenorio, 10min 1ºT; Messidoro, 9min 2ºT; Fred, 26, 29 e 43 min 2ºT)

Motivo: 2ª rodada do Grupo 6 da Libertadores
Estádio: Independência
Data: 13 de abril de 2017

Árbitro: Jose Argote (VEN)
Assistentes: Luis Murillo e Franchescoly Chacon (VEN)

Cartão amarelo: Tenorio, Córdoba, Vogliotti (SPO); Elias (ATL)

Público: 18.402
Renda: R$ 1.305.814,00

Fonte: Superesportes

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.