Entre em contato conosco


Notícias

Crimes violentos caem, mas homicídios e prisões por tráficos de drogas aumentam na região

Published

on

O comandante da 10ª Região da Polícia Militar, coronel Jarbas de Souza, apresentou na manhã desta quinta-feira (04), o balanço dos índices de violência em Patos de Minas e na região. Os dados mostram redução na maioria dos crimes, com exceção dos acidentes de trânsito nas rodovias estaduais e delegadas e as prisões de tráfico de drogas. Mais de 14 mil pessoas foram conduzidas ao longo de 2017. Por outro lado, 1.187 pessoas deixaram a prisão somente em Patos de Minas.

A redução mais importante segundo o comandante da Polícia Militar é com relação aos crimes violentos. Foram 647 registros em Patos de Minas ao longo de 2016 contra 445 em 2017, redução de 29,7%. São considerados crimes violentos, os homicídio tentado e consumado, estupro tentado e consumado, roubos, extorsões mediante sequestro e sequestros e cárceres privados. Na região da 10ª RPM, a redução nos crimes violentos foi de 11%.

Embora ainda seja preocupante, o número de furtos também caiu. Na região da 10ª RPM foram registrados 8.865 furtos em 2017 contra 9.587 em 2016, o que representa uma redução de 7,53%. Patos de Minas como a maior cidade da região é também a que registra o maior número de furtos. Foram 3.166 furtos registrados na cidade ao longo de 2017 contra 3.185 registros feitos em 2016, uma redução de apenas 0,6%.



O número de armas de fogo apreendidas na região teve redução de mais de 16%, de 537 em 2016 para 446 armas apreendidas em 2017. Por outro lado, o número de homicídios na região aumentou 17,5%, passando de 80 em 2016 para 94 este ano. O número de prisões por tráfico de drogas também aumentou de 617 em 2016 para 826 prisões em 2017.

Ao longo de todo o ano de 2017, a Polícia Militar conduziu para a Delegacia por crimes diversos 14.080 pessoas, sendo 1085 adolescentes apreendidos por cometimento de atos infracionais. Muitas pessoas foram presas mais de uma vez. Segundo o comandante da 10ª RPM, somente uma pessoa foi presa 37 vezes em 2017. Outro dado apresentado pela Polícia Militar que chama a atenção é o número de pessoas que deixaram a prisão. 1.187 detentos do Presídio Sebastião Satiro deixaram a prisão, sendo 147 somente no mês de Dezembro.

Para o comandante do 10ª RPM, no entanto, a redução dos principais indicadores de violência na região foi um dado positivo. Segundo ele, o resultado positivo é fruto do aumento no número de operações, batidas policiais e de uma vigilância maior que foi feita em torno de pessoas contumazes na prática de crime.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.