Entre em contato conosco


Notícias

Colombiano que usava facões para fazer malabares nas ruas de Patos de Minas acaba preso

Published

on

Um artista de rua da Colômbia foi detido pela Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (23) enquanto fazia malabares nas ruas de Patos de Minas. Ele utilizava três enormes facões em suas performances, o que configura porte ilegal de arma branca. Para as autoridades de segurança, os facões também podem representar uma ameaça para quem está no trânsito.

Cristian Alexis Posada, de 31 anos, disse que veio da Colômbia há cerca de cinco anos para ganhar a vida como artista de rua no Brasil. Ele viaja de cidade em cidade fazendo malabares nos sinais e recebendo pequenas doações dos motoristas que assistem às suas apresentações. O colombiano conta que ganha entre R$ 40,00 e R$ 80,00 por dia. Ele disse que já comprou até casa no Brasil.


A passagem por Patos de Minas, no entanto, não foi das mais rentáveis. No segundo dia de atividade, no cruzamento da rua Doutor Marcolino com a avenida Piauí, ele acabou sendo detido pela Polícia Militar. Cristian se mostrou surpreso, disse que não sabia da proibição do uso de facões nas performances de malabarismo.

De acordo com o capitão Ferreira, comandante da 86ª Companhia da Polícia Militar, o uso dos facões pode representar uma ameaça para a população. Segundo ele, artistas de rua mal intencionados podem usar os facões para ameaças as pessoas e obrigar que eles ofereçam dinheiro. O Cristian disse que essa não era a intenção.

O artista de rua assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO – e foi liberado. Ele tem um trajeto pronto na cabeça e deverá seguir viagem.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.