Entre em contato conosco


Notícias

CEMIG aciona a PM após funcionário ser impedido de cortar energia e policial acaba ferido

Published

on

Uma ocorrência de corte no fornecimento de energia por falta de pagamento na tarde desta terça-feira (02) em Patos de Minas não terminou bem. A família impediu que o funcionário da CEMIG desligasse a energia e a Polícia Militar teve que ser acionada. Os policiais acabaram também sendo desrespeitados e um deles acabou com diversos ferimentos.

O funcionário da CEMIG foi até a residência situada na Rua Ronan Gomes de Almeida, Bairro Sebastião Amorim, para fazer a interrupção de energia. No entanto, o proprietário do imóvel impediu que ele fizesse o corte, justificando que havia sofrido um acidente no trabalho, inclusive perdendo um membro, e vinha tendo dificuldades para fazer o pagamento.

Diante do impedimento, a Polícia Militar acabou sendo acionada e também não recebeu o melhor tratamento. Um policial foi agredido quando tentava prender a jovem Jordana do Rosário Silva Oliveira, 21 anos. Os dois entraram em luta corporal quando o militar tentava efetuar a prisão e acabou com arranhões profundos no rosto, pescoço e ferimentos na mão.


De acordo com o Tenente Tafuri, a jovem também usou um bastão de madeira com cerca de 1 metro para agredir os policiais. Uma adolescente de 17 anos e uma vizinha de 44 anos que estavam na residência também foram parar na delegacia. O policial agredido disse que tentou se livrar da jovem, mas ouviu que ela estava grávida, por isso não usou de mais força.

Outras viaturas foram até o local e conduziram as três mulheres para a delegacia. Jordana minimizou o ocorrido dizendo que também foi agredida. Ela disse que o pai havia falado para o funcionário da CEMIG para não fazer o corte, porque iria dar um jeito de pagar a conta ainda nesta terça. Ela também disse que não usou o bastão de Congado do pai na agressão.

O policial foi liberado do serviço e seguiu para o hospital para receber tratamento médico. A moradora ao lado da residência disse que não teve nada a ver com a história e só foi até o local para ver se Jordana precisava de alguma ajuda com o filho. A jovem foi presa por lesão corporal. Todos serão ouvidos pela autoridade policial que tomará as demais providências.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Siga-nos nas redes sociais

Últimas notícias