Após ter cargo extinto, vereador é reempossado na Câmara de Rio Paranaíba

Foi reempossado na noite desta terça-feira na Câmara Municipal de Rio Paranaíba, o vereador Renildo Carlos de Morais (PL) que teve seu cargo extinto no início do mês de outubro após uma decisão da Justiça Eleitoral. O parlamentar foi alvo de investigação após ser flagrado nas últimas eleições praticando o crime de boca de urna em Guarda dos Ferreiros.

Naquela oportunidade, ele e outra duas pessoas foram presas pela Policia Militar e levados até a presença do Juiz Eleitoral. Um processo foi aberto e a defesa de Renildo não apresentou a tempo a sua defesa e ele, acabou sendo julgado e condenado a ficar oito anos inelegível e ainda perder seu mandato como vereador na casa legislativa.


Após o trânsito em julgado, a Câmara de Rio Paranaíba recebeu o parecer da Justiça e uma comissão foi formada para que o cargo do vereador foi extinto, mas para isso, foi preciso fazer algumas mudanças no regimento interno da casa. No início do mês de outubro, durante a reunião ordinária, o presidente João Wilson de Almeida proferiu o decreto de extinção do mandato de Renildo e após uma semana, já convocou o suplente, Adenísio Teixeira para o ocupar a cadeira vacante.

Renildo então recorreu da sentença e o Tribunal Superior Eleitoral cancelou a decisão do juiz e a extinção de seu cargo. Dessa forma, o presidente da casa legislativa, durante a reunião desta terça-feira, extinguiu o cargo de Adenísio Teixeira e deu posse, novamente, a Renildo Carlos de Morais na presença de todos os vereadores e a sociedade rio paranaibana.

Texto: Gilberto Martins

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.