Professores da UFV aprovam adesão à Greve Nacional da Educação

559

Professores da UFV aprovaram adesão à Greve Nacional da Educação (15 de maio) em assembleia da ASPUV, realizada na tarde desta segunda-feira (13). Apenas um docente votou contra. Não houve abstenções. Compareceram à assembleia 187 professores, somados os campi de Viçosa, Florestal e Rio Paranaíba.

A votação sobre o dia 15 seguiu encaminhamento do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), que indiciou rodada de assembleia às seções sindicais. A greve de 24 horas foi definida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a data, incorporada ao calendário de lutas do Andes-SN, aprovado no III Encontro Nacional de Educação (ENE).

No dia, mobilizações serão realizadas em todo o país pela defesa da educação, ciência e tecnologias públicas e pela liberdade de cátedra. A luta contra a reforma da Previdência também está pautada.

Ainda durante a assembleia, os presentes deliberaram por entrar em estágio permanente de mobilização. Assim como na outra votação, apenas um professor se posicionou contra e não houve abstenções.

Programação em Viçosa

Em Viçosa, será realizado um ato público em conjunto pelos sindicatos e movimentos sociais. A concentração será às 07h30 nas Quatro Pilastras. Durante a atividade, serão apresentados trabalhos e pesquisas realizados na UFV como forma de chamar a atenção para o papel fundamental exercido pela universidade pública.

Programação em Rio Paranaíba

Em Rio Paranaíba, será realizado um ato público em conjunto professores e alunos. A concentração será às 13h30 na praça em frente ao Posto 2000 (entrada da cidade). Durante a atividade,terá uma roda de conversa e também serão apresentados trabalhos realizados na UFV como forma de chamar a atenção para o papel fundamental exercido pela universidade pública.

Fonte: Assessoria de Comunicação ASPUV

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.