Entre em contato conosco


Destaque

Nova fábrica de processamento beneficia cadeia produtiva da batata no Alto Paranaíba

Published

on

Minas Gerais é o principal estado produtor de batata. No ano passado, a safra de 1,3 milhão de toneladas respondeu por 32% da produção nacional. Mesmo com toda essa produção, o estado importa 24 mil toneladas de batata processada, especialmente da Holanda. O déficit na balança comercial do produto pode ser reduzido com revertida com a instalação de uma unidade de processamento de batata, conhecida no mercado como pré-fritas congeladas, no estilo palito. A unidade está localizada no município de Perdizes, no Alto Paranaíba.


Presente na solenidade de inauguração nesta quinta-feira (16/2), o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leitão, ressalta a importância do empreendimento. “Esta unidade de processamento chega à região, movimentando a economia, utilizando a matéria-prima local, gerando emprego e agregando valor à produção. Isso é essencial em qualquer cadeia produtiva do agronegócio, que envolve a produção, a indústria e o comércio. Desta forma, o empreendimento contribuirá para a geração de renda em todas as etapas do negócio”, afirma.

Além de agregar valor e garantir mercado aos fornecedores diretos da fábrica, o empreendimento cria impacto positivo no mercado. No ano passado, o quilo da batata era negociado a R$ 1,58 na Ceasaminas/Contagem e, hoje, o preço está em R$ 0,83 o quilo. A chegada da indústria pode contribuir para ajustar a oferta e regular o preço pago ao produtor.

Com investimentos de R$ 200 milhões, a nova fábrica é a segunda unidade do grupo Bem Brasil Alimentos, na região de Araxá. Quando estiver operando em sua capacidade máxima, serão processadas 150 mil toneladas por ano, somente na unidade de Perdizes. O empreendimento vai gerar 1,4 mil empregos diretos e indiretos na região de abrangência, formada pelos municípios de Perdizes, Santa Juliana e Pedrinópolis.

Produção de Batatas

Brasil: 4 milhões de toneladas
Minas: 1,3 milhão de toneladas (32% da safra nacional)
Principal região produtora: Alto Paranaíba – 618 mil toneladas (49% da produção do estado)
Principal município produtor: Perdizes – 240 mil toneladas

Fonte: Agência Minas

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *