Entre em contato conosco


Notícias

Homem flagrado na cama com garota de 10 anos é levado para o Presídio; mãe é liberada

Published

on

O homem de 39 anos que foi flagrado pela vizinha na cama com uma menina de 10 anos foi autuado pelo delegado Saulo Santos e encaminhado para o Presídio Sebastião Satiro pelo crime de estupro de vulnerável. A mãe da garota, que também havia sido conduzida para a Delegacia por ser conivente com os crimes foi liberada, já que, segundo o delegado, não ficou comprovado que ela sabia dos abusos.

O flagrante aconteceu na manhã dessa quarta-feira (16). A mulher que denunciou o abuso foi até a casa da vizinha e flagrou o homem na cama com a garota. Ela reafirmou em depoimento que encontrou os dois na cama, sendo que a menina de 10 anos estava com o short abaixado e que o homem estava com a bermuda aberta.

Segundo o delegado Saulo Santos, a garota também reafirmou que vem sofrendo abusos sexuais por parte do namorado da mãe há algum tempo. Ela disse que desta vez não houve conjunção carnal, mas que o homem estava passando a mão pelo seu corpo quando a vizinha chegou. A garota contou que em outras ocasiões, o namorado da mãe chegou a tentar a penetração.


Marco Aurélio voltou a negar as acusações. Acompanhado de seu advogado, ele afirmou em depoimento que desabotoou e abriu o zíper porque a bermuda estava apertada. Informou ainda que estava na cama manuseando o celular quando a menina se aproximou e pediu dinheiro para comprar um lápis, afirmando que não houve qualquer abuso.

Mas, segundo o delegado Saulo Santos, os depoimentos da vizinha e da menina com tanta firmeza não deixaram outra alternativa senão autuar e encaminhar Marco Aurélio para o Presídio. Com relação à mãe da menina, segundo o delegado, além de não haver flagrante, uma vez que ela estava trabalhando no momento do crime, também não ficou comprovado que ela sabia dos abusos. No depoimento, a menina disse que não havia contado à mãe por medo.

Segundo o delegado Saulo Santos, no entanto, o caso continua sendo investigado. A irmã da menina, que tem 12 anos e que também estaria sendo vítima dos abusos, será ouvida no inquérito. Ela poderá confirmar se a mãe sabia ou não dos crimes. O delegado também espera o resultado de exames feitos na garota para verificar se houve conjunção carnal.

A menina de 10 anos que confirmou estar sendo abusada sexualmente pelo namorado da mãe foi deixada na companhia do pai biológico. O Conselho Tutelar está acompanhando o caso.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.