Entre em contato conosco


Notícias

Detento encontrado morto no presídio de Patos de Minas foi assassinado por colegas de cela

Published

on

(Foto: Reprodução/Patos Hoje)

Não foi suicídio como registrado anteriormente. O detento de 31 anos encontrado morto dentro do banheiro da cela 9 do Bloco A do Presídio Sebastião Satiro na última sexta-feira (10), na verdade, foi assassinado. Dois detentos confessaram para agentes penitenciários que mataram o colega de cela. A Polícia Militar foi acionada e registrou uma nova ocorrência.


Na manhã de sexta-feira (10), a Polícia Militar foi acionada por agentes penitenciários para registrar o suicídio de Thiago dos Reis Souza. O detento foi encontrado com um lençol amarrado no pescoço e na parede do banheiro. O Samu foi acionado, mas o homem de 31 anos já estava sem vida. O caso foi registrado como suicídio, mas a perícia esteve no local e um inquérito foi aberto para investigação.

Neste domingo (12) dois colegas de cela de Thiago confessaram que o detento, na verdade, foi assassinado. Vanderli Amorim da Silva Júnior confessou que durante a madrugada de sexta-feira (10) estrangulou e asfixiou Tiago até a morte, enquanto os outros presos dormiam. Com o assassinato já consumado, Vanderli disse que acordou o detento Alisson e pediu que lhe ajudasse a amarrar Thiago com o lençol na grade para simular o suicídio.

Vanderli disse que matou Thiago por possuir uma rixa com ele. O detento, no entanto, não quis informar o motivo do desentendimento. Alisson confirmou a versão de Vanderli e disse que decidiram confessar o homicídio para não prejudicar os “irmãos de cela”. O caso vai continuar sendo investigado.

Fonte: Patos Hoje

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.