Rio Paranaíba e outros seis municípios passam a emitir licença ambiental a partir desta segunda-feira

As prefeituras de Rio Paranaíba, Carmo do Paranaíba, Serra do Salitre, Guimarânia, Cruzeiro da Fortaleza, Tiros e Varjão de Minas passaram a contar a partir desta segunda-feira (1°), o consórcio de licenciamento ambiental que vem para facilitar a vida de empreendedores e produtores que precisam retirar uma licença ambiental.


O evento de lançamento e assinatura do consórcio foi realizado no Centro Universitário de Patos de Minas e contou com a presença de políticos, representes do UNIPAM e FEPAM, alunos e professores da universidade que é parceria do programa. De acordo com as informações, o licenciamento ambiental municipal vem trazer beneficentes para as cidades participantes, já que todo dinheiro arrecado ficará nos cofres públicos dos municípios e não mais com o Governo do Estado, como era feito anteriormente através da Supram.

De acordo com as informações, a proposta surgiu diante de uma polêmica que envolve a criação de uma sede da Superintendência Regional do Meio Ambiente (Supram) em Patos de Minas, sendo que a mesma foi vetada pelo governador Romeu Zema (NOVO). As licenças atualmente são solicitadas e apoiadas na cidade de Uberlândia, gerando uma grande reclamação por parte de empreendedores e produtores rurais por conta de demora.

O consórcio vem para facilitar e amenizar essas indagações, pois agora será mais fácil e rápido o processo para retirada de uma licença ambiental. O evento realizado na manhã desta segunda-feira foi realizada pela CISPAR em parceria com o UNIPAM.

Texto: Gilberto Martins

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.