Entre em contato conosco

João Pinheiro

Polícia Militar encontra mais de 100 pés de maconha e desmonta laboratório em João Pinheiro

Published

on




Um homem de 64 anos foi preso pela Polícia Militar depois de ser flagrado cultivando dezenas de pés de maconha em uma fazenda no distrito de Veredas em João Pinheiro. Militares de Luizlândia do Oeste e de São Gonçalo do Abaeté participaram da ocorrência. O homem disse aos policiais que o motivo de estar cultivando a droga é porque sua mulher a usa para fins medicinais. A versão dele não convenceu os militares e o homem acabou sendo encaminhado para a delegacia.

O fato aconteceu por volta de 09h50 dessa quarta-feira (20). De acordo com o registro da ocorrência, a polícia Militar vem recebendo diversas denúncias relatando o cultivo e o comércio de drogas no local. Diante disso, uma guarnição foi para o local e, já na chegada, avistaram muitos pés de maconha nos arredores da casa. Eles foram para os fundos da residência e encontraram um ambiente propício para o plantio com muitos pés da planta já sendo cultivados. O proprietário não estava em casa, mas chegou no momento em que os policiais iriam sair para encontra-lo.

O homem de 64 anos relatou aos militares que possui a plantação porque sua esposa sofre de uma doença cardíaca e precisa dela para uso medicinal. Ele disse ainda que possui licença para plantar cannabis sativa, mas voltou atrás ao ser questionado pelos militares a respeito da documentação. Os policiais pediram o apoio de militares de São Gonçalo do Abaeté e Luizlândia do Oeste. Assim que o reforço chegou, todos os policiais entraram na residência e, logo na entrada já visualizaram muitos recipientes de vidros e plásticos em vários tamanhos contendo maconha seca, triturada e em conserva além de várias embalagens contendo sementes da droga.




Os policiais também encontraram muita maconha seca dentro de uma geladeira e em todo o ambiente da residência. Foram encontrados pés da planta secando em um varal dentro de um dos quartos, vários saquinhos para embalar a droga e uma balança de precisão. Em um quarto pequeno foi encontrado um laboratório contendo vários tipos de sementes em embalagens com anotações da qualidade da planta, localidade da semente e muita droga embalada em saquinhos. Os militares visualizaram também uma estufa para o processamento e muitas anotações a respeito da qualidade da droga em cada recipiente.

Além de todos esses materiais, os policiais também encontraram cinco agendas com anotações em italiano, inglês, espanhol e português. Na agenda estavam descritos os locais para onde ele havia enviado a droga. Também foram encontradas cinco agendas de anotações em Italiano, Inglês, Espanhol e Português, contendo quantidade e descrição de locais onde ela havia enviado droga. As equipes policiais encontraram ainda vários panfletos contendo instagram de divulgação da marca ( BDC) do produto, maconha, e outros semelhantes a panfletos de workshops e catálogos de lingerie com símbolos de maconha. Um recipiente com uma grande quantidade de cartões de visita para a divulgação do produto.

Em conversa com os policiais, o homem de 64 anos disse que no local havia mais de trinta tipos diferentes de sementes de cannabis sativa e que sua esposa realizava o cruzamento de espécies para encontrar algumas que produzissem óleo com alto teor de tetra-hidrocanabinol. Ele disse ainda que cultiva a planta há dois anos e que sua esposa traz sementes de todas as partes da Europa e outros continentes. Os policiais ressaltaram que não foi encontrado nenhum equipamento de extração de óleo da planta. O homem disse que a esposa mora em São Paulo e vai na fazenda uma ou duas vezes por mês.

Diante de todos os fatos, o homem de 64 anos recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia de Paracatu juntamente com os materiais apreendidos. O material eletrônico e as agendas de anotações foram encaminhados para o Gaeco do Ministério Público de Paracatu.

Fonte: Patos Hoje



A empresa Paranaíba Agora surgiu há cinco anos para levar a informação séria, responsável para a sociedade rio paranaibana. Aos poucos, foi ganhando espaço e passou a ser o principal veículo de comunicação online em Rio Paranaíba. Além do portal de notícias que já atingiu mais de 5 milhões de acessos, a empresa ainda realiza outros serviços de marketing para empresas. Nossa linha editoral é de sempre trabalhar com a verdade dos fatos, pautando pela seriedade e respeito com ambas as partes da história.

Publicidade

Siga-nos nas redes sociais

Cotação do Café

Últimas notícias