Entre em contato conosco


Notícias

Morte de jovem de 21 anos em represa de Lagoa Formosa alerta para o risco de afogamento

Published

on




O calor registrado no fim de semana foi o prenúncio de que o restante de 2017 será de temperaturas elevadas. Um convite para quem gosta de frequentar córregos, rios e represas. Mas o Corpo de Bombeiros alerta que é nesta época também que ocorre o maior número de afogamentos, como aconteceu na tarde desse domingo (08) na cidade de Lagoa Formosa.

O fato aconteceu por volta de 14h40 em uma represa no interior de uma fazenda a 3km de Lagoa Formosa. Lucas Maicon Rodrigues, de 21 anos, estava nadando na represa com um amigo quando começou a se afogar. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o rapaz até teria tentado ajudar Lucas com um pedaço de bambu, mas não teve sucesso.

Os militares foram chamados e começaram as buscas de imediato. Segundo o Corpo de Bombeiros, muito barro, galhos e água turva dificultaram o trabalho da equipe de mergulhadores. O corpo do jovem foi encontrado já sem vida por volta de 17h00 preso a uma cerca que corta a represa ao meio. A perícia da Polícia Civil esteve no local e o corpo foi encaminhado ao IML.



Para evitar os afogamentos, o Corpo de Bombeiros orienta os banhistas a adotarem os seguintes cuidados:

-Procure um local conhecido por você ou por outra pessoa, desde que ela o acompanhe.

-Não ultrapasse faixas e placas de avisos.

-Não entre em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas.

-Procure sempre local onde existe a presença de Guarda-Vidas, ou o Corpo de Bombeiros.

-Evite nadar sozinho;

-Não tome bebida alcóolica antes de entrar na água;

-Não se afaste da margem;

-Não salte de locais elevados para dentro da água;

-Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;

-Prefira lançar flutuadores para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo;

-Identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele;

-Evite brincadeiras de mau gosto (“caldos”, “trotes”, “saltos”);

-Acate as orientações dos Bombeiros ou dos Salva-vidas;

-Não abuse se aventurando perigosamente;

-Não deixe as crianças sozinhas;

-Evite navegar com carga em excesso;

-Só deixe entrar na embarcação pessoas usando coletes salva-vidas;

-Somente conduza embarcações se for habilitado para tal.

Fonte: Patos Hoje


Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *