Forte chuva causa enchente e estragos em Uberaba


A forte chuva que atingiu Uberaba na noite desta segunda-feira (27) resultou em estragos em várias partes da cidade. Houve enchente na região central. Veículos foram arrastados. A água invadiu estabelecimentos comerciais e uma faculdade no Centro, além do Terminal Oeste. Em nota, a Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura informou as medidas que estão sendo adotadas. (Ver mais abaixo)

O Corpo de Bombeiros atendeu pelo menos 12 ocorrências, entre elas, o socorro de um homem de 40 anos que estava em casa tentando escoar água da chuva, mas ficou ferido após a queda de um muro. Ele sofreu escoriações e um corte na cabeça e foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, com quadro de saúde estável.

Além disso, os bombeiros também atenderam ocorrências relacionadas à chuva nas vias Leopoldino de Oliveira, Nelson Freire, Antônio Pedro Naves, Rosa Bessim Frange, Alexandre Barbosa, Santa Beatriz, Santos Dumont e Guilherme Ferreira. Pelo menos três pessoas que estavam dentro de veículos em área alagada foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros.

A Defesa Civil também esteve diversos pontos da cidade fazendo vistorias. Segundo o coordenador do órgão em Uberaba, Evaldo Faquineli, moradores de dois prédios – um deles com seis apartamentos – receberam a orientação para que deixassem o local. Ainda de acordo com o coordenador, um engenheiro deve voltar ao local, na manhã desta terça-feira (28), para avaliar se há risco de desabamento.

A orientação da Defesa Civil para quem perceber algum sinal de trinca na estrutura, afundamento de solo ou qualquer outro dano que pode colocar em risco a vida é acionar a Defesa Civil no 199.

Segundo a climatologista Wanda Prata, ao longo da noite de segunda-feira, em 2h15 foram 80 mm de chuva, o que corresponde a 70% do que estava esperado para o mês de novembro. Ainda de acordo com a climatologista, a previsão é de mais chuva para esta terça-feira (28).

Em nota, a Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura informou que ocorreram inundações até mesmo em bairros altos, onde não existe intervenção do Água Viva. Equipes da Secretaria de Serviços Urbanos e da Defesa Civil já começaram os trabalhos de campo.

“O escoamento total da água no Centro da cidade levou cerca de 15 minutos, enquanto em outros tempos em chuvas semelhantes levaria horas. A avaliação preliminar é de que o estrago seria muito maior sem as intervenções que foram realizadas ao longo dos anos. De toda forma uma equipe irá inspecionar os canais e avaliar vários registros de entupimento de bueiros em função de lixo jogado em local inadequado tanto no Centro da cidade quanto em alguns bairros altos que também sofreram com as fortes chuvas. No entanto, antes de qualquer avaliação, o trabalho será de auxílio junto à população para minimizar os danos da tempestade. Seis equipes já estão fazendo a limpeza e até o começo da tarde estará limpo”, diz trecho da nota.

Nesta manhã, a Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Transporte, por meio da Superintendência de Trânsito, informou que a Avenida Santos Dumont, entre a Avenida Leopoldino de Oliveira e a Rua Coronel Manoel Borges, está com as duas pistas interditadas por causa de reparos realizados pela Secretaria de Serviços Urbanos. Agentes de trânsito também estão no local e orientam motoristas.

Também nesta manhã os secretários de Obras, Nagib Facury, e de Serviços Urbanos, Antônio Sebastião de Oliveira, comentaram sobre os trabalhos para recuperação das vias e a efetividade do projeto “Água Viva”.

Fonte: G1

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.