Entre em contato conosco


Destaque

CONSEP de Rio Paranaíba vai ao MPF e ao DNIT pedindo a reinstalação de radares na curva do belvedere

Published

on

A sexta-feira (20) foi marcada por indignação por parte da parte da população de Rio Paranaíba que lutou muito para a instalação de duas radares fixos km 301 da BR 354, na conhecida curva do Belvedere. Noticiamos logo cedo que um caminhão carregado de vasilhames de gás perdeu o controle e veio tombar justamente no mesmo lugar que já havia acontecido inúmeros acidentes.

Nesse acidente de sexta-feira não foi diferente, a mais uma vida foi ceifada na chamada curva da morte dentro do município de Rio Paranaíba. Muitas pessoas, após a divulgação da notícia através dos meios de comunicação, questionaram se não foi imprudência do motorista que veio óbito no local, outras, por sua vez, aplaudiram e defenderam a retira dos radares fixos dizendo que os mesmos seriam uma “máquina de fazer dinheiro” ou mesmo que eles atrasavam a viagem.


A discussão toda não levou a nada, até que o Conselho de Segurança Pública de Rio Paranaíba, o Consep-Rio, vendo toda essa situação protocolou junto ao Ministério Público Federal de Patos de Minas e ao DNIT, pedido para que os radares da curva do belvedere fossem reinstalados com urgência para evitar novos acidentes no local.

De acordo com o presidente do Consep, Nilton Boaventura, ele entrou em contato com o Capitão da Polícia Militar Rodoviária, Marco Aurélio Ferreira Atanásio em Patos de Minas e solicitou apoio e providência referente a reinstalado dos radares. No ofício enviado ao DNIT e ao Ministério Público Federal, o presidente diz que “a instalação dos radares na curva do belvedere e a sinalização adequada, atuará de forma a prevenir possível acidentes”.

Ele ainda cita que após a instalação dos radares no local, não houve mais nenhum registro de acidente com vítima fatal.

O deputado federal Newton Cardoso Jr (MDB) também enviou ofício ao DNIT de Minas Gerais pedindo a reinstalação dos radares no local. No ofício, o parlamentar solicita em caráter emergencial que os equipamentos sejam recolocados e que roga pelo ‘deferimento do pedido para que mais vida sejam poupadas’. O pedido, no entanto, partiu do vice-prefeito de Arapuá, Emílio Boaventura.

A Câmara Municipal de Rio Paranaíba também enviará ofício aos órgãos competentes pedindo que os equipamentos sejam reinstalados no local. De acordo com as informações, os vereadores irão em busca de ajuda com os deputados estaduais para reverter a situação.

Texto: Gilberto Martins

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.