Entre em contato conosco

Esporte

Atlético apenas empata com o líder no Horto e fica mais distante do G3 do Brasileirão

Published

on




Empate contra o Palmeiras no Independência deixou o Atlético a cinco pontos do G-3 do Brasileirão

Empate contra o Palmeiras no Independência deixou o Atlético a cinco pontos do G-3 do Brasileirão

O Atlético está mais longe de seu objetivo final no Campeonato Brasileiro. Já garantido na próxima Copa Libertadores, o Galo entrou em campo contra o líder Palmeiras para manter a perseguição a Santos e Flamengo em busca de uma vaga no G3 da competição, e assim assegurar classificação direta à fase de grupos do torneio internacional. Depois de terminar o primeiro tempo perdendo – gol de Gabriel Jesus -, o time mineiro conseguiu apenas o empate por 1 a 1, anotado por Lucas Pratto.

O jogo no Independência foi quente do início ao fim. Discussões, confusão e divididas ríspidas. Também teve muita reclamação com a arbitragem, de ambos os lados. Na técnica, o Galo foi melhor, principalmente no primeiro tempo, quando teve amplo domínio, mas perdeu as chances criadas. Na etapa final, os times até que tentaram a vitória, mas pararam em goleiros inspirados.

Com o empate no Horto, o Galo chegou ao terceiro jogo seguido sem vitória no Brasileirão. A equipe mineira soma agora 61 pontos, cinco a menos que o terceiro colocado Flamengo. Já o Palmeiras tem 71, quatro a mais que o vice-líder Santos, e está a duas vitórias do título.

Na próxima rodada, o Galo visita o rebaixado Santa Cruz, domingo, às 19h30, no Arruda. Já o Palmeiras recebe o Botafogo, em sua arena, no mesmo dia, às 17h.

O jogo

Antes do apito inicial, muitas reverências da torcida alvinegra ao técnico Cuca, responsável pelo maior título da história do Atlético. Quando a bola rolou, a batalha não foi apenas no campo, mas também nos gritos da torcida.

As broncas do presidente Daniel Nepomuceno depois da partida contra o Coritiba surtiram efeito no time alvinegro. Os jogadores do Galo entraram em campo pilhados, brigando por cada bola. Os palmeirenses também entraram na pilha. Logo no começo, Donizete e Jesus foram amarelados por discussão que movimentou todos os atletas em campo.




Com muita velocidade e boa troca de passes, o Galo chegou com perigo no começo do jogo. Primeiro com Luan, que cabeceou por cima. Depois, com Fred, que teve o chute desviado e viu a bola mansamente bater na trave. No rebote, Robinho marcou, mas ele estava em posição de impedimento. O time de Marcelo Oliveira mandava no jogo, criava as melhores oportunidades, mas acabou levando um duro golpe.

Dudu recebeu lançamento e partiu em velocidade. O capitão palmeirense lançou para Gabriel Jesus em profundidade. O camisa 33 ganhou do zagueiro Gabriel e finalizou. A bola desviou no atleticano e matou Victor: 0 a 1.

O gol não desanimou o Alvinegro. O time atleticano continuou em cima,mandando na partida. As chances até apareceram, mas a equipe não conseguiu balançar as redes. Luan finalizou raspando a trave, enquanto Fred obrigou Jailson a fazer grande defesa. Ao fim da etapa inicial, a torcida reconheceu a boa atuação do time e retribuiu com aplausos, mesmo com a derrota parcial.

Se o jogo começou pilhado, a segunda etapa teve início diferente para o Galo. Em saída de bola errada, quase Tchê Tchê ampliou. O time alvinegro parecia sem forças para imprimir a velocidade mostrada no primeiro tempo. As jogadas não surgiam na mesma naturalidade. Para mudar o cenário, nada melhor que o centroavante da Seleção Argentina em campo.

Aos 12 minutos, Marcelo Oliveira colocou Lucas Pratto no lugar de Maicosuel. E o camisa 9 só precisou de um minuto em campo para empatar a partida. Após jogada pelo lado esquerdo, Robinho cruzou para o argentino, que antecipou a marcação e tocou para o fundo do gol: 1 a 1.

O gol animou a torcida atleticana, que passou a cantar alto no Horto. O time, foi no embalo. Luan, Fred e Pratto tiveram chances de virar. Victor também fez sua parte, parando finalizações de Moisés e Erik. Marcelo Oliveira até tentou dar vida nova ao ataque, colocando Cazares e Clayton, mas nada que tirasse a igualdade do placar.

ATLÉTICO 1 X 1 PALMEIRAS

ATLÉTICO
Victor; Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Luan (Cazares), Maicosuel (Lucas Pratto) e Robinho (Clayton); Fred
Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS
Jailson; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos (Thiago Martins), Tchê Tchê e Moisés; Roger Guedes, Dudu (Erik) e Gabriel Jesus (Alecsandro)
Técnico: Cuca

Gols: Gabriel Jesus, aos 25 minutos do primeiro tempo; Lucas Pratto, aos 13 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Leandro Donizete, Luan (ATL); Gabriel Jesus, Vitor Hugo, Dudu, Egídio (PAL)
Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Data e hora: quinta-feira, 17 de novembro de 2016, às 21h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Asp. Fifa/SC)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Neuza Ines Back (Fifa/SC)
Publico: 14.942
Renda: R$ 535.660,00

Fonte: Superesportes



A empresa Paranaíba Agora surgiu há cinco anos para levar a informação séria, responsável para a sociedade rio paranaibana. Aos poucos, foi ganhando espaço e passou a ser o principal veículo de comunicação online em Rio Paranaíba. Além do portal de notícias que já atingiu mais de 5 milhões de acessos, a empresa ainda realiza outros serviços de marketing para empresas. Nossa linha editoral é de sempre trabalhar com a verdade dos fatos, pautando pela seriedade e respeito com ambas as partes da história.

Publicidade
Comments

Siga-nos nas redes sociais

Cotação do Café

Últimas notícias