Entre em contato conosco


Esporte

América sai na frente, cede empate ao Goiás e deixa escapar mais dois pontos na Série B

Published

on

Era para lavar a alma. Na estreia em casa, em um dia de chuva em Belo Horizonte, o América fez um bom jogo, mas deixou escapar a vitória no fim do confronto contra o Goiás, que buscou um empate improvável. Assim como frente ao Náutico, o Coelho dominou as ações da partida, abriu o placar com Ruy, aos 9′ do segundo tempo, e ainda poderia ter ampliado. O castigo veio aos 38′, com Jean Carlos pegando uma sobra na área e igualando o placar.

Na terceira rodada, ainda em busca da primeira vitória na Série B, o América volta a pegar a estrada. O Coelho vai até Santa Catarina, onde enfrenta o Criciúma, no Heriberto Hülse, em confronto marcado para as 19h15 da próxima sexta-feira. Já o Goiás volta para casa, onde recebe o Brasil de Pelotas. Assim como o Esmeraldino, o clube gaúcho também tem um ponto na tabela de classificação.

O jogo – O América começou o jogo voando para cima do Goiás. Como um pugilista no auge, o Coelho segurava o adversário ‘contra as coras’ e golpeava em uma sequência incrível. Com apenas 15 minutos de partida, a equipe mineira já havia finalizado sete vezes contra a meta de Marcelo Rangel. Intercalando infiltrações com chutes de fora da área, os comandados de Enderson Moreira estiveram um passo à frente da marcação esmeraldina.


Marcelo Rangel teve que trabalhar em chutes de longe de Gérson Magrão e Ruy aos 6′ e aos 12′, respectivamente. O América também teve oportunidades dentro da área com Ruy (15′) e Bill (aos 5′ e aos 30′). Na segunda chance do centroavante, a melhor da primeira etapa, o americano recebeu ótimo passe de Magrão pelo meio, protegeu do zagueiro para entrar na área e sair cara a cara com Marcelo Rangel. O goleiro foi inteligente na jogada, esperou até o último instante pela definição e conseguiu espalmar para o lado.

Mesmo com ampla superioridade do América, o Goiás conseguiu entrar no jogo e também levou perigo com Carlos Eduardo, de fora da área, e Tiago Luis, de cabeça. Os dois lances contaram com o ótimo posicionamento de João Ricardo, mas também mostraram que o Coelho precisa aproveitar melhor suas chances para marcar. “Estamos bem no jogo, criando bastante. A gente tem que voltar mais ligado, mais concentrado nesse momento final do jogo lá na frente para fazer os gols e concretizar a vitória”, analisou o goleiro americano.

Na segunda etapa, mesmo com a chuva mais intensa e ameaçando estragar o espetáculo no Horto, o América tentava manter o domínio das ações. Assim como na etapa inicial, o Goiás levava perigo nos contra-ataques. Mas nesse tipo de jogada que o Coelho abriu o placar, aos nove minutos. Gérson Magrão recebeu na intermediária e achou Ruy na entrada da área. O armador ajeitou o corpo e bateu no canto, sem chances para Marcelo Rangel. 1 a 0.

O América aproveitava o melhor momento do duelo e seguia em busca dos segundo gol. Ruy, aos 15′, e Gérson Magrão, aos 21′, tentaram de longe em dois chutes cruzados que passaram perto. Ainda com marcação avançada, o Coelho conseguia manter o Goiás no campo de defesa e ter espaços para atacar rapidamente. O castigo veio aos 38′, com Jean Carlos. O meio-campista esmeraldino aproveitou rebote dentro da área e chutou forte para empatar a partida. 1 a 1.

O empate foi amargo para o América, que se atirou em busca do gol da vitória. Desgovernado e na vontade, o time mineiro não teve outras boas chances. Ao contrário do Goiás, que aproveitou o impulso do empate e foi para cima querendo a virada. No fim, ducha de água fria no Coelho para a sequência da Série B do Brasileiro.

Fonte: Superesporte

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.