Entre em contato conosco

Destaque

Samsung anuncia interrupção total da produção do Galaxy Note 7

Published

on




Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/10/1821804-samsung-anuncia-interrupcao-total-da-producao-do-galaxy-note-7.shtml?cmpid=fb-uolnot ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado. (Foto: Edgar Sul/Reuters)

(Foto: Edgar Sul/Reuters)

A Samsung anunciou nesta terça-feira (11) a interrupção total da produção do telefone Galaxy Note 7, alegando questões de segurança após os casos de explosão da bateria dos aparelhos.

“Reajustamos recentemente os volumes da produção para realizar uma exaustiva investigação e um controle de qualidade, mas ao considerar prioritária a segurança do consumidor adotamos a decisão final de interromper a produção do Galaxy Note 7”, afirma a empresa sul-coreana em um comunicado.

Na segunda-feira (11) a empresa já havia anunciado que pediria a todos os seus parceiros globais a suspensão da venda e da troca do smartphone. A empresa ainda não havia divulgado previsão de chegada do aparelho ao Brasil

Analistas do banco de investimento Credit Suisse ouvidos pela Reuters afirmam que uma eventual decisão de não vender mais o Note 7 vai se traduzir em vendas perdidas de até 19 milhões de telefones, ou cerca de US$ 17 bilhões (R$ 54,48 bilhões), montante anteriormente previsto para ser gerado pela empresa durante o ciclo do produto em questão.




Em 2 de setembro, a Samsung anunciou um recall global de 2,5 milhões de Notes 7, porque baterias defeituosas do modelo fizeram algumas unidades pegarem fogo.

A fim de investigar profundamente, a gigante sul-coreana também pediu a todos os consumidores que desliguem e parem de usar o aparelho.

“Estamos comprometidos em trabalhar junto com as autoridades reguladoras para tomar todas as medidas necessárias para resolver a situação”, disse a empresa.

Companhias que atuam no Brasil também estão pedindo que passageiros mantenham esses celulares desligados durante voos celulares. As empresas também não estão permitindo que esses smartphones sejam despachados como bagagem.As principais operadoras de telefonia dos Estados Unidos e da Austrália suspenderam vendas ou trocas do modelo e grandes companhias aéreas seguem proibindo o Note 7. O principal motivo é o esvaziamento de um avião da Southwest Airlines nos EUA, após um aparelho que já tinha sido substituído emitir fumaça durante um voo.

RECUPERAÇÃO

Reuniões acaloradas, férias sacrificadas e equipes monitorando as redes sociais exaustivamente para rastrear quaisquer incêndios em telefones: a Samsung Electronics ainda está tentando desesperadamente limitar o dano de um recall global recorde.

A crise é pior que qualquer outra que a empresa já enfrentou, disse um informante da Samsung, que não quis ser identificado devido à sensibilidade do assunto. “Ela impacta diretamente nossos produtos, nossas marcas e a confiança com os consumidores”, afirmou esta pessoa.

NO BRASIL

A Samsung destaca que o produto ainda não foi comercializado no Brasil. Caso o consumidor tenha adquirido o Galaxy Note 7 fora do país e queira mais informações a respeito do tema, a empresa pede que entre em contato com a atendimento ao consumidor pelo telefone: 4004-0000 (capitais) e 0800-124-421 (demais cidades).



A empresa Paranaíba Agora surgiu há cinco anos para levar a informação séria, responsável para a sociedade rio paranaibana. Aos poucos, foi ganhando espaço e passou a ser o principal veículo de comunicação online em Rio Paranaíba. Além do portal de notícias que já atingiu mais de 5 milhões de acessos, a empresa ainda realiza outros serviços de marketing para empresas. Nossa linha editoral é de sempre trabalhar com a verdade dos fatos, pautando pela seriedade e respeito com ambas as partes da história.

Publicidade
Comments

Siga-nos nas redes sociais

Cotação do Café

Últimas notícias