Entre em contato conosco


Destaque

Jovens eleitos para o Parlamento Juvenil vão discutir propostas para melhorar Ensino Médio

Published

on



(Foto: Divulgação Facebook Parlamento Juvenil do Mercosul | Brasi)l

Os 27 novos membros do Parlamento Nacional do Mercosul Juvenil, que representam os estados do Brasil e o Distrito Federal, tomaram posse na última segunda-feira (12/12), no Ministério da Educação, para o mandato do biênio 2016/2018. São jovens da mesma faixa etária, alunos de escolas públicas e autores de projetos inovadores com potencial para melhorar a educação do país. Eleitos com 32 mil votos por estudantes de todo o Brasil, o desafio dos novos parlamentares será elaborar propostas de políticas públicas que contribuam com a qualidade do Ensino Médio.

Geovana Souza Amorim, aluna da Escola Estadual Dr. Adiron Gonçalves Boaventura, na cidade de Rio Paranaíba, em Minas Gerais, é a representante mineira no Parlamento Nacional do Mercosul Juvenil. A estudante escreveu um projeto que teve como tema principal “Jovens e Trabalho”. Confira aqui o projeto escrito pela estudante.

Durante toda a semana, os estudantes membros do Parlamento Juvenil do Mercosul participarão em Brasília de um curso de formação sobre temas atuais da política educacional brasileira e que permeiam os cinco eixos temáticos dentro da temática central “O Ensino Médio que queremos: integração regional, inclusão educativa, igualdade de gênero, jovens e trabalho e direitos humanos”. Eles ouvirão especialistas e gestores da Assessoria Internacional do MEC, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).



Além do Brasil e dos demais países do Mercosul — Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela —, jovens da Colômbia, Bolívia e Peru compõem o parlamento internacional. A primeira reunião de todos os jovens, prevista para o primeiro semestre de 2017, deve ter o Uruguai como país-sede.

Parlamento Juvenil do Mercosul

O Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM) busca promover o protagonismo juvenil, contribuindo para a integração regional dos jovens parlamentares que, após discussões conjuntas, chegam a um acordo e recomendam a adoção de políticas educativas que promovam uma cidadania regional e uma cultura de paz e respeito à democracia, aos direitos humanos e ao meio ambiente.

O jovem eleito para representar sua unidade da Federação e o Brasil no Parlamento Jovem do Mercosul tem mandato de dois anos e, durante esse período, participa ativamente do processo de elaboração e divulgação da Declaração do Parlamento Juvenil, documento produzido pelo coletivo do PJM, composto pelos parlamentares juvenis de todos os países-membros e associados.

A iniciativa é coordenada pela Assessoria Internacional do Gabinete do Ministro da Educação, com apoio da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, além das Secretarias Estaduais de Educação de todo o Brasil e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Fonte: MEC



A empresa Paranaíba Agora surgiu há cinco anos para levar a informação séria, responsável para a sociedade rio paranaibana. Aos poucos, foi ganhando espaço e passou a ser o principal veículo de comunicação online em Rio Paranaíba. Além do portal de notícias que já atingiu mais de 5 milhões de acessos, a empresa ainda realiza outros serviços de marketing para empresas. Nossa linha editoral é de sempre trabalhar com a verdade dos fatos, pautando pela seriedade e respeito com ambas as partes da história.

Publicidade
Comments

Previsão do tempo

Siga-nos nas redes sociais

Cotação do Café

Últimas notícias