Já imaginou reencontrar um ente querido após quase meio século sem vê-lo? No início do mês de Março na cidade de Arapuá, cinco irmãos que haviam se visto pela última vez em São Gotardo, se reencontraram após ficarem 41 anos longe uns dos outros.

O encontro aconteceu após uma das irmãs realizar uma campanha nas redes sociais, pedindo ajuda para reencontrar até então seus seis irmãos. Com a ajuda e colaboração da assistente social Kátia Peres e demais assistentes sociais, cinco irmãos da senhora foram encontrados. Infelizmente, um dos seis irmãos que eram procurados pela senhora, já faleceu. A família possuía ao todo treze irmãos, tendo sete já falecidos.

A história do reencontro dos irmãos, foi iniciada pela senhora Jovelina Maria de Jesus, de 74 anos e natural de São Gotardo. De acordo com o relato da senhora publicado no Facebook, Jovelina e sua família moravam na zona rural de São Gotardo. Nos meados da década de 70, ela mudou-se para a cidade de Nova Crixás no Distrito Federal e desde então não teve mais notícias de seus irmãos.

Através de contatos com assistentes sociais de toda a região e cidades envolvidas na história e informações de colaboradores, foram encontrados vivos dois irmãos em Arapuá, um em Rio Paranaíba, um em Uberlândia e uma quinta irmã em Morrinhos.

No último dia 05 de Maio na cidade de Arapuá, cinco dos seis irmãos vivos, se reuniram mais uma vez após quase meio século afastados um dos outros. Participaram do encontro as senhoras Augusta e Juvercina,  os senhores Alcides e Anísio, além claro, da irmã Jovelina, a iniciadora da história do reencontro.

Por morar longe, a senhora Jordelina não pôde participar do encontro com os irmãos. Sentindo sua presença no encontro, os irmão planejam agora uma viagem até a cidade de Morrinhos, para visitarem a irmã que não pôde participar do reencontro da família.

Com a presença dos filhos, netos, sobrinhos e demais parentes, o reencontro foi marcado por nostalgia, emoção, diversão, além de claro muito amor fraternal entre os irmãos presentes no encontro. Esta é uma prova de que a internet e também as redes sociais, podem ser utilizadas para fazer o bem, quando são utilizadas por pessoas de bom coração e que também se preocupam com as outras pessoas.

Texto: Diego Oliveira – Portal SG Agora 

Share.

Comments are closed.