Entre em contato conosco


Esporte

Galo inicia sequência de jogos decisivos e Roger faz o alerta: “Erros podem ser fatais”

Published

on

A partir desta quinta-feira, o Atlético inicia uma série de jogos decisivos na temporada. São compromissos pela Copa Libertadores e pelas fases finais do Campeonato Mineiro. Depois de estrear com empate no torneio internacional (1 a 1 com o Godoy Cruz, na Argentina) e se classificar para as semifinais do Estadual com a melhor campanha, o time precisa manter a concentração e minimizar os erros.

O Galo vem de duas derrotas no Mineiro – ambas por 2 a 1, para o Cruzeiro e para a Caldense. Frente à equipe do interior, o técnico Roger Machado escalou reservas, já que o clube já tinha assegurado a liderança da fase e, deste modo, poupou os titulares para a Libertadores.

Roger minimizou a derrota para a Caldense, mas fez um alerta sobre os riscos de a equipe cometer erros a partir de agora.


“Não liga alerta. Temos que entender o motivo (da derrota em Poços). É um time diferente. Já tínhamos, por mérito, alcançado o primeiro lugar, que nos permitiu organizar dessa forma até em função da Libertadores. Era a oportunidade para muitos terem ritmo de jogo. A partir de agora é que as coisas valem. É um mês decisivo. Os equívocos que cometemos não podem se repetir, porque podem ser fatais para nossas ambições”, destacou.

A sequência decisiva começa com o duelo contra o Sport Boys, nesta quinta-feira, no Independência, pela Libertadores. Em seguida, a equipe tem a partida de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, contra a URT, no próximo fim de semana.

Roger Machado espera que o Galo mostre evolução contra o Sport Boys, mas, principalmente, saia vitorioso do confronto. “Espero que a gente consiga superar os obstáculo que o adversário imponha para vencermos o jogo atuando bem. Se não conseguirmos atuar bem, que a gente vença, que é importante.”

Sobre a URT, o treinador ressaltou que a vantagem por ter feito melhor campanha não deve conduzir o time nas semifinais. “É um adversário bem organizado. A conquista da vantagem a gente deve manter só no final do jogo. Garantimos esse direito, mas não temos que jogar com ele”, disse.

Fonte: Superesportes

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.