Escolas de Minas Gerais entram em greve nesta quarta-feira contra atraso no pagamento do mês de maio

Instituições estaduais irão paralisar as atividades nesta quarta-feira (16) após o Governo do Estado não anunciar a data do pagamento dos servidores. A paralisação no setor educacional onde se concentra a maior parte dos profissionais. Junto a isso, a Escola Estadual Dr. Adiron Gonçalves Boaventura em Rio Paranaíba se uniu aos demais colegas para esta manifestação e não irão trabalhar em nenhum turno.


A paralisação, segundo informações, é em protesto ao não pagamento da primeira do salário dos servidores público que deveria acontecer neste dia 16 e que foi adiada pelo governo do Estado nesta semana. De acordo com o Sindicato dos trabalhadores da Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), a “paralisação e a manifestação são respostas da categoria diante do injustificável atraso do pagamento anunciado pelo governador Fernando Pimentel de alterar a data do recebimento da primeira parcela do pagamento do salário”.

Durante entrevista numa rádio de Belo Horizonte, o governador Fernando Pimentel avisou que o pagamento que estava previsto para o dia 16 iria atrasar e que o atraso tinha relação com a suspensão do salário de mais de 90 mil servidores que estão irregulares, como apontou o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A primeira parcela do salário dos servidores estavam sendo pagas sempre no dia 16 desde fevereiro de 2016. Porém, Pimentel não deu uma data precisa para que o pagamento referente ao mês de aconteça.

Texto: Gilberto Martins – Com informações da Rádio Itatiatia e Hora do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *