Entre em contato conosco


Destaque

Com cápsula do tempo, primeira feira de ciência de escola movimenta a manhã de sábado em Rio Paranaíba

Published

on

A feira reuniu várias pessoas na manhã de último sábado. (Foto: Gilberto Martins)

A feira reuniu várias pessoas na manhã de último sábado. (Foto: Gilberto Martins)

Diversos alunos, professores e diretores da diversas escolas públicas de Minas Gerais realizaram na manhã deste sábado (26), a primeira feira de ciências. O evento visou colocar em prática tudo que os estudantes aprenderam durante o ano em oficinas montadas nas salas de aula e em laboratórios de experimentos das escolas.

Rio Paranaíba, no entanto, não ficou para trás. Os estudantes das escolas municipais e estaduais aproveitaram o sábado letivo para mostraram tudo que os docentes ensinaram em sala de aula. Na Escola Estadual Dr. Adiron Gonçalves Boaventura, praticamente todas as classes foram equipadas para receberem familiares, amigos dos alunos e toda sociedade na manhã deste sábado.


Uma das oficinas mais procuradas foi a da 'capsula do tempo', onde ela foi enterrada e só será reaberta em 2022. (Foto: Gilberto Martins)

Uma das oficinas mais procuradas foi a da ‘capsula do tempo’, onde ela foi enterrada e só será reaberta em 2022. (Foto: Gilberto Martins)

Com várias oficiais desenvolvidas pelo alunos, o evento foi encerrado com o enterramento da “capsula do tempo”, contendo cartas escritas pelos estudantes dos sextos anos, professores e todos os visitantes que passaram pela oficina.  Ao todo foram enterrada três capsulas do tempo e um caderno de assinaturas que serão reaberto em novembro de 2022, quando os estudantes estiverem no terceiro do ensino médio.

Em conversa com a diretora da escola, Sirlei Helena Silva Ribeiro disse que o objetivo é culminância da semana pela paz, promovida pela Secretaria Estadual de Educação em que todas as escolas do estado promoveram a feira de ciência nos meses de outubro e novembro. “Na nossa escola foi a primeira feira e nós desenvolvemos várias oficinas e dentro essas oficinas, nós temos aqui um marco na nossa escola que é cápsula do tempo”, concluiu.

Sobre a oficina da cápsula do tempo, a diretora ressaltou: “[Esse projeto] foi uma das oficinas propostas pelos professores Alemmar, Keila, Florispis e Henrique, onde eles viram a expectativa dos nossos alunos de sexto ano que estão chegando, a expectativa de terceiro ano e saber quais são os sonhos e suas perspectivas de vida para os próximos seis anos. A gente crê que seja uma perspectiva boa e daqui seis anos estaremos abrindo e vendo quais os sonhos foram realizados e quais aqueles que ainda serão batalhados”.

Confira mais fotos abaixo:

Feira de Ciência

Texto: Gilberto Martins

 

Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *