Entre em contato conosco


Notícias

Casos suspeitos de Chikungunya são investigados em Patos de Minas

Published

on




A Secretaria Estadual de Saúde divulgou nessa terça-feira (02) o crescimento dos casos de Febre Chikungunya no Estado. Em 2017, até o momento, Minas Gerais registrou 11.696 casos prováveis da doença. Onze óbitos suspeitos estão em investigação. Patos de Minas contabiliza um caso positivo este ano.



O número elevado de casos chama a atenção e acende o alerta. Para o subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde, Rodrigo Said, o aumento no número de casos pode ser explicado por diversos fatores, sendo que um deles é que a transmissão da doença, que  está relacionada à transmissão pelo vetor, que é o mosquito Aedes aegypti.

Em Patos de Minas, de acordo com Erivaldo Rodrigues, gerente da Vigilância Epidemiológica do município, de janeiro até agora foram registrados um total 18 notificações de Febre Chikungunya, com a confirmação de um caso para a doença, 11 negativos e 6 ainda aguardam resultado laboratorial.

 A orientação da SES-MG é de que todo cuidado é pouco quando se trata de Zika, Chikungunya e Dengue. Apesar do fim do período chuvoso – tão característico do verão, a prevenção, o controle e o enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti deve fazer parte da rotina doméstica, uma vez que 90% dos focos são intradomicialiares, ou seja, dentro das casas das pessoas.

Fonte: Patos Já


Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.

Advertisement